Férias do que faço, não do que sou

Roteiro, destino, malas, check-in, passagens… ufa! São tantos detalhes para se pensar, expectativas para alimentar e sonhos para viver. A palavra férias vem carregada de uma mística própria, tão esperada e pouco meditada, talvez até incompreendida. Não pretendo esgotar, mas apenas lançar um olhar diferente sobre o assunto.

Seja por razões culturais, convicções ou escolhas, existe uma dificuldade enorme em diferenciar o que fazemos do que somos. É uma espécie de crise de identidade: sou o que faço, se não faço, não sou. Isto é grave! Nossa essência e dignidade estão acima do que fazemos. Vale a máxima: o agir segue o ser. Faço o que sou, não o contrário. O que somos vai além do que fazemos e não é tão complexo compreender isto. Pense em uma pessoa que, após um acidente, ficou tetraplégica. Por que pouco faz, agora não mais é? O ser humano o é pelo ser: eu sou! Mas, o que isto tem a ver com férias?

“Os apóstolos voltaram para junto de Jesus e contaram-lhe tudo o que haviam feito e ensinado. Ele disse-lhes: ‘Vinde à parte, para algum lugar deserto e descansai um pouco’. Porque eram muitos os que iam e vinham e nem tinham tempo para comer.” Mc 3,30-31 Jesus advertiu seus discípulos: não é apenas fazer, é preciso descansar, é preciso valorizar o ser! Penso que o período de férias é uma parte essencial na construção do ser humano.  Nos ajuda a lembrar que somos e não apenas fazemos. Há quem fique anos sem tirar férias em uma falsa ilusão de que é insubstituível ou, mesmo tirando férias, cria um universo onde pensa que o mundo vai parar se ele não estiver conectado ao que faz. As férias nos fazem crescer na humildade, nos lembram que não somos insubstituíveis, que nem sempre precisamos estar fazendo algo e, mesmo parados, o mundo continua a girar.

Quando pensar em férias, lembre-se que é uma parada no que se faz visando construir o que se é. Vamos em busca do que somos! E para isso não precisa, necessariamente, de destinos caros.  O destino é conforme o que se tem, mas o foco é sempre o que se é. Estar com a família, reencontrar os amigos, alimentar a fé, contemplar a beleza da criação, conhecer novas culturas e até mesmo outras partes do mundo. Cada um se encontra em uma aspiração, mas, ouso dizer que, se suas férias forem apenas fazer mais alguma coisa, não serão férias, mas apenas uma atividade não remunerada e onerosa. Férias mesmo incluem uma construção do ser e não apenas do fazer. Não pode ser uma fuga, mas um encontro. É mais que relaxar, é desacelerar e reencontrar as ideias, rever as metas, retomar os ideais.

Ao fazer seu roteiro de férias, inclua sempre no destino o ser. Não apenas saia fazendo coisas só porque é legal ou belo, mas que seus destinos te levem ao encontro do que você é. Descansar é preciso! É prova de humildade, de sabedoria. Mesmo que a grana esteja curta, que não seja possível aquele roteiro dos sonhos, lembre-se que o maior destino habita em nós, Deus habita nosso coração! Se não houver paz, se nosso ser estiver estragado, não existe roteiro neste mundo, dinheiro ou hotel 5 estrelas que construam verdadeiras férias. Quem não aprendeu a ser bom jamais fará bem qualquer atividade. Selfie em praia paradisíaca não preenche coração vazio. As curtidas e comentários podem até encher os olhos, mas jamais trarão paz.

Ao programar sua viagem, o primeiro item é preparar o ser. O destino, seja ele qual for, deverá também construir o que somos, assim teremos as tão sonhadas férias.

PauloPaulo Franco Machado

Filho de Deus, 29 anos, casado há quatro anos com Christiane Vilarinho. Catequista na Paróquia Nossa Senhora das Graças em Rialma – Goiás. Membro da PASCOM da Diocese de Uruaçu. Analista de Sistemas. Gerente de T.I. na Comunidade Coração Fiel.

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  [email protected] . 

2 comentários sobre “Férias do que faço, não do que sou

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s