De férias com o bebê

Poucos dias antes de eu sair de férias, uma amiga me perguntou como era viajar com o Miguel. Eu respondi francamente: perrengue, mas vou esperá-lo crescer para sair de casa? É exatamente isso, meus caros!

Sabe aquela viagem que vocês faziam a dois e conseguiam até dividir uma mala só? Esquece. Sabe aquele esforço absurdo que vocês fizeram para desocupar o quarto que, até então, era de uso comum do casal para entregá-lo ao bebê? Arrumar as malas para as férias com ele é tipo isso!

A gente carrega o mundo inteiro e temos que fazer a proeza de que tudo caiba em 23kg despachados e numa mala de mão. Mas você está pensando que isso é tudo que levará? Duas malinhas? Fácil! Aí é que mora a pegadinha do malandro, minha gente. É um tal de carrinho, cadeirinha, mala, mochila para necessidades imediatas, comida pronta, comida congelada, leite, mamadeiras, fraldas, roupas e brinquedos, claro! Levamos os bichinhos preferidos, bola, carrinho e os queridos livrinhos. Só aí já é mais uma mochila nas costas!

Durante a viagem o batidão é intenso. O Miguel costuma estranhar os lugares quando dorme fora de casa. Em seu bercinho, ele dorme a noite toda. É só viajar que as escalas noturnas voltam com força! Assim que ele descobre que a mamãe, leia-se os peitos da mamãe, está por perto, já era sono ininterrupto! E o dia também é bastante agitado. Ele não para nem um minuto e quer e precisa sempre de cuidados. Não é raro acontecer de estar tudo pronto para sairmos e ele dormir. Às vezes, a depender de como tenha sido a noite, é melhor deixá-lo descansar. Vai por mim, não perturbe o sono de um bebê! E não esqueça de levar a comida dele pronta, afinal, a hora em que ele estiver com fome, você não conseguirá fazer nada sem antes alimentá-lo. Tudo com um bebê é para ontem! Enfim, perrengue, como eu disse!

Então, não é melhor ficar em casa mesmo? Que ideia essa de viajar com um serzinho tão complicado! Não acho, caro amigo. Tudo passará, mas as lembranças que construímos na memória de nossos filhos os acompanharão por toda a vida! Mesmo que eles não se lembrem conscientemente, o amor partilhado, as emoções construídas estarão lá no fundo de sua mente. Isso não tem preço!

Nossos bebês irão crescer e eu já posso apostar que sentiremos saudades dessa inocência, desse amor absurdo dirigido a nós… vamos conhecer o mundo, meu filho! Nós te carregamos nos braços. Quem sabe um dia, será você a nos carregar.

 

juliana moreira

Juliana Moreira é brasiliense de certidão e coração, casada, mãe de um menino, com formação e atuação profissional em direito, mas amante da literatura. Extrovertida e sorridente. Adora conhecer pessoas, viajar, comer bem e desfrutar a vida na companhia de sua família e de seus amigos. Apaixonada por livros. Tem a escrita como terapeuta preferida. Católica que tenta sempre se aproximar mais de Jesus Cristo e aprender dele o bom caminho. Idealizadora do @eumaeleitora

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  [email protected]

2 comentários sobre “De férias com o bebê

  1. Já tô saindo com a Maria Lis, mesmo tendo muito trabalho. Este negócio de ficar em casa não é comigo. Vale a canseira Ju, seja um passeio ou viagem. Como sempre, falando só verdades. Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s