Desencontros que nos salvam

Todos nós, provavelmente, já passamos, ou ainda vamos passar por algum momento na vida em que parece que nada dá certo. Em que, do nascer ao pôr do sol, nossa vida se resume a desencontros… tenho vivido alguns momentos assim.Respostas que não são bem as que esperamos, situações que não terminam como o desejado e sonhos que parecem escapar pelos dedos.

Tenho refletido um tanto sobre isso. É claro que, antes da reflexão tem o choro, o desespero o ataque a todos os carboidratos do mundo, a vontade de largar tudo e ir vender bijuteria na praia (aí você lembra que não sabe fazer bijuteria, que não gosta muito de areia e que seu filho não pode ficar no sol entre 10 e 5 da tarde e desiste rapidinho). Voltando à reflexão, tenho aprendido sobre os desencontros que nos salvam.

Fico imaginando quantas situações que, num primeiro momento, enxergamos como verdadeiros desastres e que são, na verdade, grandes livramentos.

Quando eu estava tentando engravidar e os tratamentos não surtiam efeito, assisti a um vídeo de uma cantora católica em que ela contava emocionada que passara três meses se preparando para uma cirurgia e que quando entrou no centro cirúrgico todos os aparelhos queimaram. Meses depois ao consultar um outro médico, descobriu que aquele desencontro foi sua salvação, pois se tivesse feito a cirurgia, nunca mais voltaria a falar.

Assim como a história dela, multiplicam-se histórias de pessoas que perderam um ônibus e se livraram de acidentes, chegaram atrasadas ao trabalho e foram surpreendidas pela notícia de que o prédio em que trabalham estava sendo alvo de um inimaginável ataque terrorista (quem imaginaria dois aviões atingindo o World Trade Center?). Há os que trocam o dia da viagem e se livram de desastres aéreos, os que decidem não ir ao banco e se livram de um assalto.

Poderia passar a tarde contando situações semelhantes e, certamente, se você parar para conversar com um amigo, com o atendente da padaria ou com o porteiro vocês ficarão horas trocando exemplos de pessoas de sorte, que nasceram de novo!

Eu te pergunto, será que temos noção da nossa sorte? Do quanto, todos os dias, pequenos ou grandes desencontros nos salvam? Nos salvam de uma decepção, de uma palavra maldita, de uma discussão, de um mal entendimento…

Quantos desencontros nos salvam do pecado, de uma tristeza desnecessária, de uma frustação…

É claro que, como seres humanos, é normal nos sentirmos chateados, frustrados e muito bravos quando, num dia de chuva, o pneu do carro estoura, o seu celular está sem sinal e seus filhos têm prova no primeiro horário. Do que será que esse atraso te livrou?

Não quero aqui fazer o discurso da Pollyana e do “Jogo do Contente” até porque não é normal alguém ver as situações passarem na frente dos olhos e não tirar delas nenhum proveito ou ficar feliz porque hoje é o dia do seu “desaniversário”, mas precisamos nos atentar a esses fatos.

Talvez, um dia, quando o tempo passar, possamos olhar para o filme das nossas vidas, ver alguns desses desencontros e ter noção do que aconteceria em nossas vidas se eles não tivessem acontecido. Até lá, que eu e você, possamos respirar fundo, chorar, se for necessário, gritar o que for preciso, comer todos os chocolates que der vontade e agradecer pelos desencontros que nos salvam.

4 comentários sobre “Desencontros que nos salvam

  1. Com certeza somente quando atingimos uma maturidade como pessoa, passamos a ver nos detalhes a mão de Deus, as possibilidade de encontros e desencontros que nos salvam. Obrigada Veri por me fazer enxergar mais uma vez esse pequeno – grande detalhe.
    Bj

    Curtir

  2. A gente muitas vezes tem dificuldade de ver o cenário macro das coisas pelo motivo que, muitas vezes, estamos imersos neles. Vivendo eles de perto. Quem está sentado nas nuvens consegue ver a paisagem de uma forma macroscópica que, geralmente, a gente não consegue. O que muitos reclama como azar ou desencontro, muitas vezes, é de fato uma sorte/livramento/bênção! Belo texto Veri!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s