Te desejo uma pia cheia de louça para lavar

Lembro-me de ficar no pé de minha mãe, quando era criança, pedindo para ela me deixar lavar a louça. Ela, na maioria das vezes dispensava ajuda e dizia: “quero ver essa empolgação toda quando estiver maior”. Aí veio à adolescência e pronto, ela estava certa. Antes de sair de casa, lavar a louça. Quer dormir na casa da amiga? Então, vá lavar a louça. E assim por diante. Depois, com o tempo a gente aprende que não adianta decretar guerra contra a panela de leite derramado no fogão, ela sempre vai te esperar em cima da pia, cheia d’água. O jeito é lavar, enfrentar o problema de frente e ficar satisfeita com o trabalho concluído.

Não sou a rainha da limpeza, tem serviço doméstico que não suporto fazer. A louça eu já gosto e vejo como distração. Pegar gosto pelos afazeres domésticos não é fácil, mas é possível. Eu, particularmente, não gosto de passar roupas. Na pilha de camisas eu quero chorar, aí coloco a meta de passar todas ,  quando termino fico muito satisfeita. Refletindo sobre como esse serviços exigem algumas técnicas que parecem bobas, resolvi escrever sobre o meu processo de lavar louças aqui em casa.

Meu esposo e eu não temos problema em dividir os serviços e percebo que ele tem preferência pela cozinha. Já que ele se encontra alí, vou ajuda-lo ou fazer outra coisa. Claro que nem sempre é assim, nós temos aqueles dias de corpo mole. Meu marido demora um tempo na pia da cozinha e geralmente se empolga quando liga uma musiquinha. Eu já sou do clube das amigas que se reúnem para jantar e disputam a bucha e o pano de prato; mal esperam os convidados engolir e já saem recolhendo pratos e separando talheres de restos de alimentos. Esse é um jeito meu.

Quando eu era solteira e morava sozinha não me importava com isso. Por isso, escrevo para você que não gosta da cozinha, da louça suja e acha que os copos vão voando da pia para o armário, limpos e brilhantes. Se a desculpa é não saber por onde começar, eu tenho umas dicas: 

1 – Organização

Meu esposo ama essa parte. Ele separa pratos com pratos, talheres com talheres, copos com copos, e enche as panelas com água para facilitar na hora de lavar. Isso é algo muito bacana e confesso que não tenho disposição. Esse processo ainda evita quebrar copos e facilita o serviço!

2 – Reúna os restos de comida

Ralo com comida e pia entupida, não dá. A melhor coisa é limpar todos os pratos e reunir o resto de comida em uma sacolinha, caso você não tenha cesto de lixo na pia, como eu. Vale também para óleo sujo. Não tem nada melhor que reunir tudo isso antes de descarta-lo. Tem pessoas que usam para fazer sabão, outros levam a eco-pontos, eu só junto e descarto mesmo, mas pensem em pias não entupidas e meio ambiente agradecido.

3 – Check list

Dê aquela conferida no material de limpeza antes de executar o processo. Eu não gosto de sabão em barra. Tenho pavor daquela “melação” aí fico refém do detergente de coco ou neutro. Outra coisa importante é o estado da bucha e do paninho de pia. Gente, esses itens são descartáveis. Usou por um tempo, perdem a validade e tchau, lixo. A hora de trocar é quando você está confortável e apegada a eles. Aqui em casa, duram uma semana.

4- Copos, pratos e vidros vão à frente.

Esses são os primeiros. Com bucha nova, limpa e toda ensopada de detergente neutro. É lindo ver eles todos posicionados em seus devidos lugares no escorredor. Se existe um trem pavoroso e que me deixa completamente enojada, é copo aparentemente limpo com cheiro de ovo. Sabe como evitar? Não lave a frigideira de gordura antes dos copos. Nunca!

5 – Talheres e plásticos

Talheres e plásticos parecem simples de lavar, mas são uma armadilha. Tem cabo de plástico e vasilha de R$ 1,99 que ficam num gordureiro que dá agonia. Só muita água quente para resolver. Ah, e se um dia for à casa de alguém que tenha plásticos caros, coloridos e que tem durabilidade de 10 anos, tire a esponja de aço da bucha. Por Deus, lembre-se disso!

6- Enfim, as panelas

Respire fundo. Toda raiva do dia que você porventura tenha concentrado em  seu coração você vai empenhar para arear suas panelas. Nessa hora nem as frigideiras de teflon escapam. As tampas e essas panelas modernas de aço-inox são as mais chatas. Elas possuem uns cantinhos horrorosos que não tem esponja de aço que dê jeito e para deixa-las brilhando, só com uma pasta específica da marca. Uó! Depois pronto! Terminou? Passou um paninho da pia, outro no fogão e fim.

Agora, tenha uma certeza, todos sobrevivem aos serviços domésticos.Homens, mulheres e jovens. Trabalhar juntos é ainda melhor. O sentimento de missão cumprida e casa arrumada, ainda mais quando se tem filhos, é muito bom. O papo flui, a casa fica limpa, a convivência acontece, junto vem diversão e gratidão pela união da família. Experimentem! Todos pra cozinha, já!

06657bfc-b162-40f2-89c0-a4f0e7337117.jpg

Simone Guedes 

Jornalista, católica e casada com um grande comunicador. Mãe do menino riqueza, apaixonada pela vida, sonha em ter uma família numerosa e alcançar o céu.

8 comentários sobre “Te desejo uma pia cheia de louça para lavar

  1. Eu gosto muito de lavar louça! É um momento de pensar na vida! haha Mas só consigo lavar se estiver tudo organizadinho, item por item…ah, e a forma como a louça é colocada no escorredor também manda muito! Quando alguém lava louça na minha casa fico do lado ajeitando tudo….que chatisse! hehehe

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s