Que droga você usa?

Hoje temos conhecimento sobre diversas substâncias que são prejudiciais à saúde, que viciam e nos tiram da realidade, para que se tenha um momento de prazer, de imaginação: um momento irreal.

No dia a dia isso ocorre porque, sem pensar, tomamos muitas “pílulas”. A do ativismo, por exemplo. Como é bom ter o dia cheio de atividades, uma emenda na outra, acordamos cedo e dormimos tarde com a sensação de que muito fizemos naquele dia e que o dia rendeu! Há também a pílula da moda. É muito bom seguir uma tendência, olhar um modelo, copiar e, sem esforço, atrair admiração.

Claramente são pílulas boas, mas, como todo medicamento, há efeito adverso. O efeito que quero ressaltar neste texto é a falta de pensar. Muitas vezes tomamos atitudes porque não precisamos pensar, e essa fuga nos é cômoda.

Afinal, pensar por conta própria requer estudo, ouvir opiniões diferentes, ler, aprender com experiências passadas, ponderar. Quando tomamos uma ação porque todos fazem iguais, nos falta ponderação. Se eu não penso por conta própria, logo me vem o medo de errar.

O hábito de meditar, ler, aprofundar-se em temas morais, éticos e pedir conselho ajuda a pensarmos por nossa conta. Indo além, quando temos nossa opinião bem formada e conhecemos a verdade, temos mais liberdade para agir. Essa liberdade é boa e fornece segurança: em momentos de tribulação, se pensamos por conta própria, estamos firmes e suportamos as adversidades!

Levando essa atitude positiva adiante, vamos nadar contra a corrente , bem longe de drogas que, em excesso,  dificultam uma vida autêntica!

img_0273

 

Débora Romano

Engenheira de Alimentos formada pela USP. Campineira que vive atualmente na cidade do Rio de Janeiro. Católica, apaixonada por crianças.

 

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com . 

6 comentários sobre “Que droga você usa?

  1. Muito interessante este texto.É bom ver o outro lado do ativismo, que fascina tantas pessoas boas realizando boas coisas. O hábito de pensar, de parar para pensar, vem sendo abandonado…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Como é bom poder utilizar o tempo de maneira eficiente, realizar boas coisas para nós, e para os outros!! Difícil é, no meio de tantas coisas a se fazer, parar para refletir. Uma saída é manter bons hábitos, entre uma e outra atividade do dia! Fico feliz que tenha gostado do texto!!

      Curtir

  2. Débora,
    Muito bom começar a semana com essa reflexão.
    Obrigada por nós trazer essa realidade do nosso dia a dia, que é nos rendermos sempre a algo ou alguma tipo de droga.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Mônica!! Fico feliz que tenha gostado do texto! É uma realidade que deve ser vista com positivismo, afinal, nunca é tarde para se adquirir bons hábitos!! Obrigada pelo seu comentário!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s