O que você faz com a saudade? Eu faço bolo!

Não sei o que tem acontecido comigo, mas a nostalgia tem tomado conta dos meus dias… Acredito que o fato de o meu bebezinho, que antes era tão pequenino e dependente, agora ser alguém que  já correr para todos lados, aponta seu brinquedo favorito e sabe pedir picolé tem contribuído muito para isso.  Afinal, ele me mostra que o tempo passa muito rápido e que a nossa realidade a cada dia se converte em algo novo!

Quem, como eu, está longe de casa, ou se casou e vive distante da casa dos pais, ou ainda quem há tempos não visita um tio querido, um amigo ou a avó do coração,  sabe que não há nada mais nostálgico e saudoso do que as memórias relacionadas aos encontros, aos abraços no almoço de domingo, aos cafés da tarde….

E o que a gente faz com essa saudade? Tem dias que a gente chora, em outros, corre para o telefone, foge para o quarto e abre aquele baú de fotos… e existem aqueles dias em que a gente corre para a cozinha e faz bolo! E foi isso que fiz esses dias: bolo de milho! Uma receita simples, que até a Mariella (a que nos deu a receita do pão de queijo e da torta que não era torta) que se diz uma cozinheira de mãos vazias consegue fazer!

Anote aí a receita:

  • 400 gramas de milho em conserva sem a água (geralmente são duas latinhas);
  • 200 ml de leite de coco;
  • 4 ovos;
  • 1 ¾ xícara de açúcar;
  • 50 gramas de queijo parmesão ralado;
  • 4 colheres de sopa (rasas) de farinha de trigo;
  • 1 colher de sopa de fermento em pó.

Coloque todos os ingredientes no liquidificador (exceto o fermento), e bata bem. Por último, misture o fermento.  Despeje esta massa em uma forma untada e enfarinhada e leve para assar em forno pré-aquecido (180 graus) até que fique dourado.

Esse bolo não cresce muito pois a quantidade de farinha é bem pequena, então eu sugiro que a forma não seja muito grande, senão  o bolo ficará muito rasinho.

Há quem espere o bolo esfriar, eu adoro bem quente, com um café passado na hora e, se tiver um amigo para bater um papo, melhor ainda!  Se o amigo não estiver presente, tire uma foto, mande para ele pelo WhatsApp e com um gesto de carinho relembre o quanto seria bom ter essa pessoa ali com você matando as saudades dos velhos e bons tempos. Mande  a foto também no grupo da família,  eles ficarão orgulhosos de seus feitos culinários (a avó e a mãe sempre curtem!), os primos pedirão um pedaço de bolo e alguma boa prosa vai surgir.

Experimenta!

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com . 

4 comentários sobre “O que você faz com a saudade? Eu faço bolo!

  1. Foi de cabeça ou estava anotadq a receita? Adorei o texto. Assim que der vou testar a receita. Fico pensando nas medidas gringas que os norte americanos usam… fahrebheit, oz, lbl… que bom que este texto usou a métrica internacional e não aquelas coisas malucas. Rs. Abraço!

    Curtir

  2. Adorei o texto. Nós só percebemos o que é saudade quando estamos longe de tudo e todos não é mesmo! Te entendo perfeitamente, morando á dois anos longe da família e amigos já chorei tudo que tinha para chorar, hoje todo tipo de comida do Brasil que sentimos saudades corremos para fazer, para diminuir a saudade!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s