O parceiro ideal existe?

Sim, vamos falar sobre ele: o parceiro ideal, perfeitamente idealizado e repleto de predicativos. Será que existe? O motivo desse questionamento é que, desde sempre, vejo muitas pessoas procurando, procurando e, quando encontram um parceiro, não conseguem fazer o relacionamento cumprir com as expectativas. Acredito que falta em muitas dessas pessoas a noção do parceiro ideal, afinal, se sabemos que estamos ao seu lado faremos de tudo para manter o relacionamento.

Claro que todas temos nossas próprias personalidades e, desde pequenas, aprendemos que há diversos tipos de homens: com suas características físicas, formas de pensar, falar, sentir e agir. Mas, apesar de tantos homens diferentes, nossa intenção (pelo menos a da maioria das pessoas que conheço) é ficar com um deles apenas. Assim, é preciso saber escolher!

Algumas características são obviamente importantes, não queremos alguém que atrapalhe nossos planos, que queira um estilo de vida que não condiz com o que nós queremos. Além disso, é importante que o homem seja atraente aos nossos olhos, e possua atrativos que nos causem admiração. Nem sempre o tipo físico que uma pessoa gosta é o tipo físico que outra gosta (e que bom que é assim!). O que temos que ficar atentas é para não usarmos a aparência como algo determinante para nossas escolhas.

Mas, então, por que quando encontramos alguém tão perfeitinho, mesmo assim, pode parecer que falta algo? Muitas vezes, estive com o “homem ideal”, mas não me senti satisfeita. Será que somos mesmo complicadas?

A verdade é que nossas maiores e, talvez, mais nobres necessidades não são satisfeitas por outra pessoa, seja ela quem for. Nós buscamos com a nossa alma a bondade, a verdade, a sabedoria e o amor. Por mais que encontremos estas características em alguém, sempre pode faltar um pouco mais… afinal, ninguém é perfeito, se não Deus, para nos dar tudo isso na infinitude em que nossa alma pede, com toda a perfeição.

Assim, devemos lembrar que sim, o parceiro ideal existe! E esse parceiro pode ter características diversas, dependendo do que você busque e admire em alguém, e ele pode estar mais perto de você do que imagina. É preciso, contudo, saber exigir de cada um o que lhe é próprio. Não é próprio de um homem lhe preencher por completo, com um amor infinito e perfeito. Mas é próprio do outro fornecer carinho, cuidado e compreensão. E isso deve bastar muitas vezes. O homem ideal, para mim, acaba por ser simples, alguém que faz com que eu me sinta valorizada e respeitada. É aquele que causa alegria, aquela alegria que nos remete a uma alegria mais permanente, mais duradoura, enfim, aquele que me aproxima de Deus. E para você, qual é o seu parceiro ideal?

img_0273Débora Romano

Engenheira de Alimentos formada pela USP. Campineira que vive atualmente na cidade do Rio de Janeiro. Católica, apaixonada por crianças.

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com . 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s