Quem cuida da mãe recém-nascida?

Cá estou na reta final da gravidez, já com 9 meses. Como passou rápido! Desde o meu último texto para o blog mais mudanças aconteceram nessa fase linda em que se pode gerar uma vida. Mas hoje eu quero trazer um assunto que pouco é tratado durante a gravidez ou pós-gestação: “Quem cuida da mãe recém-nascida?”. Isso mesmo. Após o parto, além do nascimento do bebê, acaba de nascer também uma nova mãe, independente se é o primeiro ou o décimo filho desta mulher. Cada gravidez é diferente. Cada uma acontece em momentos diferentes da vida desta mãe, por mais que ela tenha tido filhos com pouca diferença de tempo entre um e outro.

Durante toda a gravidez é comum as pessoas falarem com o bebê na sua barriga e só depois lhe cumprimentar. Eu não me importo com isso, mas sei que para outras gestantes isso pode gerar algum incômodo. “Poxa, eu estou aqui. Falem comigo”, podem pensar.

Assim que eu descobri a gestação comecei a ler muito sobre todos os temas relacionados a este meu novo mundo e, por diversas vezes, me deparei com relatos de mães se queixando de como as pessoas esquecem de se importar com a gestante ou com a nova mãe. Depois disso eu mudei muito o meu comportamento. Tenho várias amigas e colegas que tiveram bebê recentemente e eu tentei me policiar para que sempre que mandasse uma mensagem a elas perguntasse primeiro como elas estavam e como se sentiam a cada fase da gestação.

Antes eu ficava tentando achar respostas sobre o que levava uma mãe a ter depressão pós-parto. Eu realmente não compreendia. Mas, após ficar grávida, eu comecei a entender perfeitamente essas razões. Sempre tive comigo que para se tornar mãe é necessário antes de tudo estar preparada psicologicamente para isso, mesmo sabendo que na prática é que aprenderemos realmente como ser mãe. O psicológico influencia e muito em como lidaremos com a maternidade.

A nossa vida muda com a chegada de um filho. Tem muitas mães que se sentem impotentes ao ver o filho chorar tanto e não saber o que fazer. Perguntam-se várias vezes se darão conta, se conseguirão ser uma boa mãe. Sentem-se inseguras diante daquele ser tão frágil e dependente. Por isso, uma nova mãe precisa de toda a força possível para encarar esta nova fase. É muito bom saber que poderemos contar com o auxílio dos amigos e familiares, mesmo que seja através de algumas palavras amigáveis.

Portanto, se você conhece alguém que acabou de ter bebê, que tal pensar sobre como você poderá ajudá-la? Talvez você possa simplesmente mandar uma mensagem com algum texto bacana que a ajude nessa nova fase. Ou então quando você for visitá-la que não seja apenas uma visita ao recém-nascido, que você converse com ela, deixe ela desabafar sobre essa nova fase, de como ela se sente. Fale também sobre outros assuntos sem ser a maternidade. Conte algo engraçado, faça-a rir.

Se você for levar um presente para o bebê, que tal levar um presente também para a nova mamãe? Pode ser um batom, um brinco, um adereço para a casa, qualquer lembrancinha que seja só para demonstrar que você também está se importando com ela. No momento da visita pergunte se ela precisa de ajuda com algo. Se você for um amigo bem íntimo se ofereça para lavar as louças, por exemplo. Cada gesto de carinho que você tenha com esta mãe a ajudará de alguma forma.

Eu já deixei o meu marido avisado: “Me mime bastante assim que a Yasmin nascer”. Por mais que eu seja uma mulher segura, sei que posso me sentir fragilizada em alguns momentos, pois sou uma mãe de primeira viagem. Graças a Deus eu tenho um marido sensível e companheiro que sei que estará sempre ao meu lado me dando força. Mas, mesmo assim, espero poder contar também com esse carinho dos amigos e familiares. Importem-se e mimem muito a minha filha, mas lembrem-se que junto com ela nasceu também uma mãe de primeira viagem e que também quer um pouco de atenção.

 

IMG_20150513_192128

 

Cristina Soares Campelo

Casada, jornalista, católica, catequista que ama a sua missão de evangelizar e agora mãe da Yasmin.

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com . 

4 comentários sobre “Quem cuida da mãe recém-nascida?

    1. Isso mesmo, Victor. Mime bastante a sua esposa, pois esta fase é muito delicada e precisamos além da ajuda com os afazeres do bebê, de suporte emocional. Grande abraço.

      Curtir

  1. Que interessante! Esses dias vi um vídeo sobre o puerpério, o período depois do nascimento do bebê onde a mulher sofre transformações físicas, psíquicas e emocionais e pode durar até 8 meses se a mãe ainda amamenta. Muita mudança de humor, tristeza, angústia. É natural, mas pouca gente sabe disso e muitos casais passam essa fase com muita dificuldade. Com informação o papai e a mamãe vão saber lidar melhor com toda a situação. Ótimo texto!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s