Em tempos de economia criativa e solidária

O povo brasileiro é, sem dúvida alguma, um povo forte, criativo e solidário. Em tempos difíceis na economia, podemos perceber essas características ainda mais em evidência. Para representar as ações que têm ocorrido para tentar driblar as dificuldades financeiras, e como forma de se criar uma consciência de pesquisa de preços e auxílio mútuo, fomos atrás de quem tem arregaçado as mangas e feito a diferença na sua comunidade. Conversamos com a Eliana Tavares de Faria, residente em Formiga, Estado de Minas Gerais. Há seis meses, Eliana se tornou administradora de um grupo no Facebook que já conta com quase 7.000 membros. O grupo “Eu indico: promoções e Serviços Formiga-MG” pode parecer uma iniciativa muito simples, mas suas particularidades o diferenciam de um grupo comum de compra, venda e troca. Uma ideia para ser replicada certamente.

foto-eu-indico

Muitas Marias: Eliana, conte-nos um pouco sobre esse grupo. Qual o seu objetivo afinal?

Eliana: Não podemos negar que nosso país atravessa uma crise econômica que afeta todas as classes e esse grupo surgiu para ser apoio aos formiguenses no enfrentamento dessa crise. Ele possui duas finalidades básicas:

  • Divulgar as promoções de gêneros alimentícios, materiais de limpeza, higiene pessoal e demais produtos utilizados diariamente, bem como o preço de combustíveis, que são praticados na cidade de Formiga-MG.
  • Solicitar e indicar prestadores de serviços domiliciares como empregadas domésticas, faxineiras, lavadeiras, passadeiras, babás, jardineiros, bombeiros hidráulicos, eletricistas, motoristas particulares, pintores, pedreiros, tintureiros, lavanderias, limpadores de piscinas, caixas de detritos, caixas d’agua, vidros, enfim, prestadores de serviços para atividades domiciliares.

A ajuda do grupo é feita por meio de solidariedade e economia. O grupo também tem ajudado moradores de outras cidades próximas que fazem compras em nossa cidade. Dizemos sempre que o que serve para cada um pode servir para vários, é preciso ser solidário e ajudar divulgando.

Muitas Marias: Como o grupo funciona?

Eliana: O grupo não é um grupo de vendas, nem de propagandas de qualquer espécie e nem de pedidos de doações. É um grupo de indicação, em que os prestadores de serviços não oferecem serviços, mas são indicados. Os estabelecimentos comerciais não postam direto no grupo. Eles enviam as promoções para a administração que filtra e repassa ao grupo. Somente os membros do grupo podem postar as promoções no intuito de ajuda e solidariedade, sem propaganda e preferência pessoal a qualquer empresa ou profissional indicado.

Está ficando comum aos membros estarem antenados nas promoções e vários já confidenciaram que pegaram o hábito de consultar o grupo várias vezes ao dia e que só estão adquirindo os produtos promocionais informados pelo grupo. Interessante que não somente as famílias estão elogiando e participando do grupo, mas donos de bares, restaurantes, lanchonetes, quiosques etc.

Muitas Marias: E quanto aos prestadores de serviços, como funciona?

Eliana: Sabemos que mão de obra para prestadores de serviços domiciliares está escassa até mesmo em cidades do interior do país. Não há também um preço padrão para os serviços, variando tanto os preços como a qualidade. Então, quando um membro precisa de um serviço, ele pede indicação no grupo e imediatamente aparecem inúmeras indicações. Costumo dizer que é como se a cada minuto estivessem de plantão inúmeros anjos de solidariedade. É algo bonito de se ver. Eles indicam o que foi bom e econômico a eles. Assimilaram o lema do grupo: solidariedade sempre, fazer o bem ao outro com firme pensamento de que o que alivia nosso orçamento e nos ajuda enfrentar a crise também serve e ajuda a outros.  Buscamos economia através de bons preços e ajuda mútua sem qualquer interesse pessoal, sem preferência pessoal por qualquer prestador de serviço.

Muitas Marias: E os membros respeitam as regras?

Eliana: Até o momento só houve exclusão de um membro de outro Estado, logicamente que alguns não leem as regras e enviam propagandas e fazem autoindicação de serviços, porém, como todas as postagens são filtradas, antes de aprovadas e publicadas aquelas que fogem às regras do grupo são excluídas.

Muitas Marias: Mas isso dá muito trabalho, não? Você é quem posta as promoções? Você vai no local buscá-las?

Eliana: Dá um pouco de trabalho sim, pois no momento administro sozinha o grupo. A criadora afastou-se por motivos pessoais. Estou vendo, pelo crescimento excepcional do grupo, a necessidade de montar uma equipe para me auxiliar. A princípio eu ia aos estabelecimentos comerciais, mas como minha profissão toma muito meu tempo, bolei um esquema com eles (empresas parceiras mais atuantes). Temos uma parceria com os maiores supermercados da cidade e toda promoção eles me enviam via WhathSapp, com data de validade da promoção e com todas outras informações necessárias: manter ou apagar a promoção por exemplo. Eles têm interesse em vender e eu em ajudar. O tratamento é igualitário para com eles. Terá divulgação aquela empresa que oferecer o melhor preço e caso ela esteja sempre na página deve-se única e exclusivamente a este fato. Empresa quer estar sempre em destaque no grupo? Ofereça boas e convidativas promoções. Os membros do grupo estão percebendo que podem e devem participar. Estão fotografando tudo que veem num bom preço e postando. Sinto que a participação e comprometimento deles vão crescer cada dia mais. Estamos montando uma equipe de membros que moram perto de mercados para serem feitas cotações comparativas de preços de hortifruntigranjeiros a serem postadas semanalmente, uma vez que os preços também oscilam muito. Já ouvi comentários maliciosos perguntando se sou proprietária ou funcionária de algum supermercado ou se sou uma advogada sem trabalho e sem clientes para ter tanto tempo assim. Não respondo quando vejo malícia ou intuito de desconstruir o que faço, mas quem me conhece sabe que abro mãos de momentos de lazer e descanso para ajudar, sem interesse e beneficio pessoal algum e meus clientes não ficam prejudicados em nada.

Muitas Marias: O grupo também abarca outras ações solidárias?       

Eliana: Procuramos não sair do foco, dos objetivos do grupo, mas ele acaba ajudando noutras atividades sim. Por exemplo, um membro pediu indicação de onde encontraria nata de leite para comprar (aqui em MG somos bons quitandeiros, rosquinha de nata é algo comum por aqui e delicioso), imediatamente vários ofereceram para doar a nata alegando que tinham bebê em casa, compram leite in natura, que juntam bastante. Outra perguntou onde encontraria livros de Augusto Cury para comprar e imediatamente ela recebeu doação de 7 livros no grupo. Outra perguntou sobre filtro de água mais em conta, criança com diarreia constante e o preço que orçou estava caro, tinha um em casa, doei. Pedidos de doações não são aceitos, mas se ela vem espontaneamente e vai ajudar e gerar economia não existe empecilho. Um membro dias atrás pediu indicação de peças artesanais da cidade para presentear no natal e apareceram peças belíssimas. Artesãos indicados vendo a postagem sentiram a necessidade de se unirem e de arrumarem um local para exposição de tudo. Com certeza esta união dará bons frutos a eles e à cidade.

Muitas Marias: O que a fez administrar um grupo assim? Você recebe alguma remuneração? O que ganha com isso?

Eliana: Não recebo nenhuma remuneração e ganho a grata satisfação de ajudar as pessoas. Como cristã e católica, sempre pensei que a fé sem obras é morta e que posso e devo dar minha contribuição por um mundo mais justo, mais humano e igualitário. Se não vivo para servir, não sirvo para viver. Quem me conhece sabe que sempre gostei de ajudar as pessoas. Hoje com minha profissão, família e curso de especialização em finais de semana meu tempo é bem escasso e ajudaria uma ou outra pessoa pelas vias normais que sempre ajudei. Com o grupo, embora sacrifique um pouco meus momentos de folga e de lazer, administrando e com uma simples postagem atinjo e ajudo muitos, mais de 6.000 pessoas. Centavos e mesmo poucos reais fazem diferença no bolso, principalmente no bolso do pobre trabalhador e a economia que conseguem com as promoções e indicações do grupo é de grande valia, pelo menos esses são os depoimentos que tenho colhido.

Muitas Marias: Qual o grande desafio do grupo?

Eliana: Conseguir bastante participação de membros do grupo a ponto de que se sintam responsáveis por ele, quem sabe caminhar para uma Associação de Consumidores e conseguirem caminhar mais livremente de minhas ações. Uma boa equipe solidária junto a mim facilitará bem a administração e acompanhamento do grupo. Estamos também aguardando o apoio do Ministério Publico em que sua representante, em Janeiro, se reunirá com alguns membros. Embora eu seja advogada, no grupo sou igual a todos e termos o respaldo do Ministério Publico será muito importante!

12033002_1049532988392853_402003301367863086_n

Eliana Tavares de Faria é mãe, esposa, advogada e administradora do grupo “Eu indico: promoções e Serviços Formiga-MG

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com . 

Um comentário sobre “Em tempos de economia criativa e solidária

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s