Em quem você se inspira ?

Qual a probabilidade do ano que chega ser mais interessante que o ano que terminou?

100%!
Sabe por que?
Porque se você olhar ao seu redor, verá um monte de gente pra te inspirar naquilo que você quer fazer de melhor!
E eu acredito muito no poder que as pessoas tem de nos inspirar!
Pode ser um colega de trabalho, um vizinho, ou até aquele amigo de infância que mora longe, mas em um simples telefonema é capaz de te motivar na vida.
A internet esses dias ficou cheia de textos motivacionais dizendo que a gente PRECISA fazer a nossa parte para que se consiga um ano mais feliz, com varia receitinhas e blá-blá-blá!
Sinceramente,  eu penso que cada um deve refletir com base na sua realidade, e pensar como 2017 será sensacional a partir do que te cerca, sem buscar essas fórmulas mágicas.
Particularmente, espero MUITO de 2017 porque pra mim, será o ano das mulheres ( especificamente, das mulheres na ciência). Não me refiro a nenhum cálculo supersticioso, ou astrológico, mas à realidade do meu entorno, que compartilho com vocês.
Explico o porquê.
Trabalho, graças a Deus,  numa das instituições de saúde pública mais importantes do Brasil, reconhecida internacionalmente pela sua excelência em ensino e pesquisa e, pela primeira vez em 116 anos, elegemos uma mulher para presidi-la. A disputa eleitoral por lá foi entre duas pesquisadoras, então, já na época da eleição, meu coração se alegrava porque seria algo inédito e muito marcante que o mais alto cargo de nossa firma estivesse guiado pela mente e coração de uma mulher.
No meu atual local de formação, a Universidade de Brasília, também foi eleita uma mulher para a reitoria, pela primeira vez, desde sua fundação, na década de 60.
Minha alma se alegra muito com essas duas referências pois, desde que o mundo é mundo, nós mulheres demoramos um tempinho bom para conquistarmos espaço e reconhecimento na academia. Só no início do século passado uma mulher ganhou um Prêmio Nobel. Mas ela chegou chegando: Marie Curie foi premiada em Física no ano de 1903 e  em Química, em  1911 – de cara, a primeira pessoa a conquistar o Nobel duas vezes e em duas áreas diferentes e primeira mulher a ser admitida como professora na Universidade de Paris. Legal, né?
De lá pra cá, a gente observa que, no Brasil, as mulheres estão conquistando espaço considerável na vida acadêmica, com mais mulheres ingressando no ensino superior, no mestrado e no doutorado.
Falando nisso, o ano de 2017 será também um ano especial pela conclusão de minha tese, que venho desenvolvendo há três anos.Sou muito grata a Deus pela oportunidade de estudar em uma universidade pública, e considero isso um privilégio mesmo, pois pra vocês terem uma ideia, no Brasil são apenas 7,6 doutores para cada grupo de 100 mil habitantes. Decidi seguir a carreira de pesquisa porque queria ser professora universitária e, ao longo do processo, percebi como posso trabalhar também em outras áreas, e o quanto as investigações podem auxiliar ainda mais as pessoas, para além da sala de aula.
Por que estou contando isso? Lembram que no início do texto, sugeri que cada um deve buscar inspiração na sua área, no seu entorno, para elevar as expectativas do novo ano?
Como mulher, como aspirante a pesquisadora, como jornalista,  busco ser inspirada por outras mulheres que estão fazendo a diferença no mundo!  Com todo respeito a quem gosta, mas eu já passei da fase de me inspirar nessas capas de revista, mulheres com padrão de vida inatingível, com carreiras baseadas em modismos.
Para 2017, eu tenho aqui perto de mim,  exemplos reais de que há muitos espaços a serem conquistados por nós, mulheres. Tivemos a primeira presidente do país, agora a primeira reitora da minha universidade e a primeira presidente da firma. Em nenhuma medida faço juízo de valor que minimize o papel dos homens na comunidade acadêmico-científica ou no mundo, pois entendo que Deus fez homem e mulher para que juntos, cuidassem desse mundo,  mas é maravilhoso a gente sair só do discurso de que o lugar das mulheres é onde elas quiserem, e perceber que a sociedade reconhece as mulheres como também aptas aos mais altos cargos de poder e também da área científica no Brasil.
Sempre tive como inspiração a figura de Nossa Senhora, inclusive nas minhas atividades profissionais, não só para um ano específico, mas para a vida. Pra mim, ela é um exemplo de dedicação a Deus, à família, um exemplo de prontidão, de doçura, de silêncio em momentos nos quais a nossa vontade seria esbravejar. O intuito deste texto, porém,  é te motivar a  buscar inspiração não só nas suas crenças religiosas, caso as tenha, mas  também  em gente que vive hoje, uma realidade semelhante à sua e tem tido êxito em seus projetos.
Há possivelmente outros exemplos aí do seu lado, que podem te motivar também, em alguma área da sua vida que você vai priorizar.
Pense um instantinho… em quem você pode buscar inspiração em 2017?
Fique de olho, você pode não só se inspirar em alguém bacana, mas também inspirar os que estão ao seu redor.
Feliz 2017 pra todo mundo galera! Pra mim, será o ano das mulheres na ciência. E pra você, será o ano de quê?

2 comentários sobre “Em quem você se inspira ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s