Aniversário de uma bebê, sem princesinhas do cinema, pode?

Helena se aproxima de completar um ano. Ainda faltam dois meses, mas já contratamos o local e a decoradora do aniversário da Helena. O local não foi tão difícil. Pesquisamos bastante na internet, selecionamos uns cinco e nos apaixonamos por um. Local grande, bonito, gostoso, confortável e cheio, cheio de brinquedos. Já a escolha da decoradora não foi tão simples assim.

Minha esposa Deine ficou encarregada de selecionar a decoradora, já que a ideia do tema foi minha. A responsabilidade estava em dois pontos: uma decoradora à altura do local e, principalmente, do tema.

Tinha que ser uma decoradora que trabalhasse com temas incomuns. Alguém criativa, de muito bom gosto para trabalhar algo quase inédito e na medida certa. Encontramos. Porém, tudo que tem este grau de especificidade se cobra por ele.

Escolhemos a decoradora mediante seus trabalhos anteriores. Ela decora festas, na maioria das vezes, com temas fora de um cardápio conhecido. Ela tem uma metodologia interessante: recebe o tema, faz um mergulho pessoal referente a ele e depois apresenta uma planta, um projeto.

Este tema me lembra a escolha das alianças para nosso casamento. Era algo que só havia na minha cabeça. Deine teve que pesquisar muito até encontrar as alianças rústicas com acabamento em martelo que eu queria. Não precisamos mandar fazer. Encontramos o que queríamos.

O aniversário de um ano da Helena tem importância semelhante ao casamento. Para nós é uma celebração. É a realização de um sonho. Sempre quisemos ter filhos. Deine ficou grávida um mês depois de casados. Rápido, né? Também achamos. Depois da mais louca alegria que tivemos, veio a mais devastadora preocupação. O Brasil enfrentava sua pior crise sanitária e o Zika vírus deixava como sequela milhares de recém-nascidos com microcefalia. Viemos a saber que o primeiro trimestre de gravidez era o mais suscetível. Deine tinha viajado para todos os estados afetados neste período. Graças a Deus Helena nasceu super saudável. E haja saúde nisso, meu Deus do Céu!

Fui eu que escolhi o tema do aniversário de um ano da Helena. Deine queria outro, mas depois se convenceu e embarcou na ideia com energia. Deine sabe e respeita meu posicionamento político feminista. Gostamos muito de arte e quase todas as semanas visitamos exposições artísticas. Com menos de dois meses, Helena nos acompanhou na primeira exposição artística da vida dela: Frida Kahlo.

O aniversário da Helena será muito colorido, com cores fortes e muitas flores. Terá a carinha da Frida de várias formas, mesmo porque Frida já é pop. Terá um viés mexicano, um ar de liberdade, roupinhas que lembram a pintora e estilista, além de traços para homenageá-la.

Frida Kahlo foi uma das maiores pintoras surrealistas do século XX, foi casada com Diego Rivera (pintor fantástico); teve um caso com Trotsky (doido, né?) e uma lutadora pelo empoderamento das mulheres.

Uma amiga nossa esses dias comentou: “imagina a cara da Helena, com 15 anos, falando com as amigas que o tema da festa de um ano dela foi de Frida Kahlo”.

Espero que ela comente sim. Que ela comente feliz. Que ela comente sorrindo. 

IMG_3989

Rodrigo Pael Ardenghi é professor universitário, jornalista, mestre em Comunicação e Semiótica, casado, católico e corintiano fanático.

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com . 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s