Mulheres virtuosas: capazes de esperar

“Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo do céu” Ecle 3,1.

 

Parar e esperar é virtude ou fraqueza? Em um momento age, no outro espera. Certo dia corremos como se não houvesse amanhã, noutro paramos. Afinal, é preciso mesmo esperar? Não é possível ter tudo agora? Para quem conhece um pouco de teoria musical sabe que a pausa e os intervalos são muito importantes, eles diferenciam o que é uma canção do que é apenas ruído. O ruído é contínuo, incômodo, não para nunca! A canção é diferente. Ela tem uma condução, regras, intervalos milimetricamente executados. A canção muda a intensidade: ora mais alto, ora suave, suave… até silenciar. E assim retoma-se a melodia.

Sim, uma bela canção também é feita de silêncio, calculado, preciso, em intervalos harmoniosos. Faça de sua vida uma bela canção: aprenda a esperar. A espera é o movimento dos fortes. Só os equilibrados conseguem domar seus instintos e esperar. Falo das mães que choram a ausência de seus filhos e muitas vezes nem sabe onde estão. Rezam e choram nos leitos vazios que deixaram, mas sem perder a esperança. É preciso força para esperar seu retorno! Mas digo também da mulher que recebeu o diagnóstico de câncer e precisa esperar o medicamento agir, sem, contudo, perder a fé e o desejo de viver. É preciso ser forte ao esperar!

A espera faz parte de nossa vida: esperar o sinal abrir, a encomenda chegar, o ônibus aparecer, a internet voltar, a fila terminar, o neném nascer, enfim, tudo tem um tempo debaixo do céu, ora agimos, ora esperamos. Quero refletir três aspectos sobre a espera que tornam virtuosas a mulheres (e homens também) que praticam.

Primeiro aspecto é que esperar não é desistir. Esperar é continuar a olhar para a meta, é aguardar o próximo passo, que não é seu. Um exemplo simples é uma planta: você prepara o solo, coloca a semente, rega todos os dias e espera. Plantar lhe coube, germinar e fazer crescer é o mistério da criação de Deus, só lhe cabe esperar. E esperando verá a flor desabrochar. Quem desiste, pelo contrário, vira as costas, mesmo que semeie, o que desiste deixará o fruto morrer.

O segundo aspecto da espera virtuosa é preparar-se para receber o que se espera. Retomando o exemplo da planta, imaginemos que tenha plantado uma roseira. Enquanto espera, compre os vasos, arrume o material para o buquê. Esteja pronta para quando o tempo se completar. Nem toda espera quer dizer ficar parada. Se espera pelo matrimônio e sonha encontrar o seu José, seja você uma Maria. Se apenas esperar e não se preparar, isto não é espera, é negligência.

Por último, o essencial, o segredo das virtudes: esperar em Deus. Não existe nada e nem ninguém mais interessado na sua felicidade do que Deus. Ele sim sabe o que é melhor para você. Se hoje sua espera é doída, se te faz sofrer, apresente com esperança tudo isso diante de Deus. A virtude é provada no fogo, e toda prova tem um tempo. Espere com confiança, não desista! Confie, Deus agirá.

 

Paulo Franco Machado

Filho de Deus, 29 anos, casado há quatro anos com Christiane Vilarinho. Catequista na Paróquia Nossa Senhora das Graças em Rialma – Goiás. Membro da PASCOM da Diocese de Uruaçu. Analista de Sistemas. Gerente de T.I. na Comunidade Coração Fiel.

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com . 

 

Um comentário sobre “Mulheres virtuosas: capazes de esperar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s