Natal na casa da mãe ou da sogra?

Uma das tretas mais clássicas depois que se está casado envolve essa pergunta: “Vamos passar a ceia de natal nos meus ou nos seus pais?”. Não adianta tentar fugir, uma hora ou outra essa conversa aparece, às vezes acompanhada até de chantagem emocional dos nossos pais e sogros. E, com a chegada dos filhos, nossos pais se tornam avós e essa coisa toda fica ainda mais difícil.

Aqui em casa a gente tenta deixar esse papo chato para bem pertinho da data tentando sofrer menos. Mas o sofrimento é inevitável: se estou com a sogra, sinto por não estar com meus pais. Se estou na minha casa de infância, sinto em saber que meu marido não está com a mãe dele. Mas mesmo assim sempre queremos estar com os nossos pais. Eita como é difícil ser adulto!

Se você está passando exatamente por esse momento delicioso (só que não) de decidir onde será sua ceia, saiba que #tamojunto. Nós e a torcida de todos os times do brasileirão. E nunca será uma decisão fácil, pois natal é aquela época do ano em que queremos ter todas as pessoas que amamos perto da gente. Infelizmente, ainda não existe uma solução para findar esse problema, mas vou partilhar um pouco de como tentamos resolver esse desconforto aqui em casa e, quem sabe, isso possa te ajudar.

Meus pais moram em outra cidade. Logo, isso me dá o direito de pensar que por eles morarem longe e eu ficar o ano todo longe deles eu tenho prioridade nessa decisão. Ainda porque minha mãe tem um rito todo especial que dá todo o sentido para essa data: a farofa de castanhas que ela só faz no natal, a decoração especial na casa toda, a mesa posta com a louça que ela ganhou de presente de casamento, a oração em família. Fico o ano todo esperando esse dia.

Mas eu não tenho esse direito. Você também não. Por mais motivos que tenhamos para acreditar que passar o natal com os nossos pais sempre será melhor, a decisão deve ser tomada em casal e exige renúncia – uma necessária e nunca fácil renúncia. E para isso dar certo a renúncia deve ser dos dois: um dia é você, outro dia o outro. Essa fórmula lógica e simples acaba sendo o segredo do sucesso. Um natal com meus pais, outro natal com minha sogra. Ou ainda a ceia do dia 24 de dezembro com um e o almoço do dia 25 com outro, como faremos esse ano.

Tem ainda quem faz uma ceia de natal com cada família, o que pode ser muito legal. Você pode fazer antes ou depois dos dias 24 e 25, pois natal não é apenas uma data, é sentimento, é vivência, é amor. Assim como nem sempre fazemos nossa festa de aniversário no dia que nascemos, acho que Jesus não vai ligar se fizermos a festa dEle em outra data. E ainda podemos aproveitar em dobro a graça dessa data.

Uma outra dica é você se aventurar na cozinha e ser o anfitrião da noite recebendo as duas famílias. Isso se tornará ainda mais especial quando, mais do que vivermos os ritos das nossas famílias, começarmos a criar o nosso próprio rito, aquele que fará sentido para os nossos filhos, assim como fizeram conosco os nossos pais. Um vínculo que se renova ano após ano fazendo com que eles também queiram passar o natal sempre em família. Qual será o prato da ceia que os meus filhos mais vão gostar de comer?

Independe de qual for a decisão, espero que você tenha um natal maravilhoso. Por mais que você não fique tão satisfeito sobre onde vai passar o natal desse ano, abra mão da cara feia e fique verdadeiramente satisfeito em fazer o outro feliz, e seja luz para as pessoas que viverão essa noite especial com você.  Decisão tomada, ame mais, perdoe mais, reflita mais, sorria mais. Ser feliz também é uma decisão importante para seu natal ser inesquecível!

Ana Paula Werka Rossa.

398 (1).JPGEsposa do Rafael, mãe da Catarina, católica, socióloga e mestranda em Engenharia de Produção.  Trabalha com educação e marketing e ama viajar e fotografar. Acredita que o que fazemos “é uma gota no oceano, mas sem ela, o oceano seria menor” (Madre Teresa de Calcutá).

Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para  contato@muitasmarias.com

3 comentários sobre “Natal na casa da mãe ou da sogra?

  1. Que belo texto, Aninha!!! Aqui, desde o noivado, revezamos o local das festas – Natal em um e ano novo em outro. No próximo ano a gente inverte e fica tudo bem, mas nem sempre é fácil. Principalmente agora, com as crianças. Esse ano, pela primeira vez vamos passar com meu pai…o próximo espero fazer uma ceia em casa e chamar as famílias para passarem conosco em minha casa! rs

    Curtir

  2. Assunto importante também aqui em casa. Como moramos em cidades diferentes dos nossos pais, escolhemos a fórmula de revezar a celebração a cada ano. Lembrando que a matemática se complica quando temos que pensar na Páscoa e no Dia das Mães (risos). Haja jogo de cintura.

    Mas o segredo tá no amor e, com isso, saber renunciar, como falado aqui. Obrigado pelo texto! Já pensando em reler ele na Páscoa! hehehehe

    Curtir

  3. E complicado isso….Mas é Real e Certo. Norinha Mari,Norinha Pétala Ano que vem com a Graca de Deus vcs serão minhas. Amo vcs! Feliz Natal para vcs e seus familiaresBeijo mariella.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s