Somos todos Margaridas

 

Há 13 anos, precisamente no dia 25/08/2005, devolvi minha filhinha para Deus após uma dura luta contra a leucemia.

Nos 12 anos antecedentes, o mês de agosto para mim sempre foi bem triste. O diagnóstico de sua doença foi nesse mês, a recidiva também e por fim seu falecimento. Nunca esperei nada deste mês, sempre escrevia nas redes sociais: Surpreenda-me com boas coisas, Agosto! E não é que neste ano isso aconteceu?

Idealizei um projeto em minha cidade, na pacata, acolhedora e hospitaleira Formiga-MG, após submeter-me a uma cirurgia do joelho em março deste ano. Percebi o quanto me fizeram bem as poucas visitas que recebi. Pensei que sendo bom para mim num caso relativamente simples, imaginei noutros casos o que as pessoas sentem em relação a visitas…

Assim em 15 de maio nasceu, em Formiga-MG, o Projeto “SOMOS TODOS MARGARIDAS”, em que uma equipe, toda semana, busca resgatar algo carente em nossa sociedade cada vez mais individualista. Nessa correria acabamos procurando as pessoas quando delas precisamos e aquelas visitas só para saber “como vão as coisas?” têm sido cada vez mais raras.

Por que o nome “SOMOS TODOS MARGARIDAS” para o nosso projeto? Margarida é uma flor linda, do campo, que, apesar de frágil, se adapta a vários tipos de solo e resiste a todas as mudanças climáticas. Em algumas espécies, ela se fecha durante a noite e se abre outra vez quando o sol nasce. Segundo consta, existe há mais de mil anos. E é justamente essa resistência e superação a todas as situações, a luta para não perder a esperança de que o amanhã poderá ser melhor e de aceitação do que não pode ser mudado é que procuramos levar àqueles que visitamos. Cada um dos visitados recebe o símbolo de nosso projeto, uma MARGARIDA. Intencionamos distribuir margaridas por toda a cidade. Hoje muitos precisam de nós, amanhã podemos ser nós a precisar; por isso, SOMOS TODOS MARGARIDAS!

Pelo nosso projeto objetivamos resgatar isto que anda faltando: estar presente, ainda que seja por alguns minutos, abraçar, ouvir, mostrar ao outro seu valor e a força de resistir e de lutar quando possível e de aceitar quando não for.

Visitamos doentes físicos e espirituais, pessoas que sofrem toda espécie de dor, da perda, da solidão, do abandono, enfim, pessoas que podem se sentir bem com nossa visita.

É extremamente simples o que fazemos: abraços e no linguajar mineiro, “batemos um dedo de prosa”, mas impressiona o quanto este pouco é muito para quem recebe.

Não abrangemos o assistencialismo material, não temos como custear as necessidades que acometem a muitos, mas temos sentido que aos visitados falta bem mais o amor, a empatia, a solidariedade do que a comida. “Não só de pão vive o homem”.

É importante ressaltar que a maioria dos membros de nossa equipe passou ou passa por tragédias pessoais, dores na vida e temos vivenciado a frase que colocamos em nossa camiseta: “Quando a gente cuida da dor de alguém, Deus cuida da dor da gente”.

E assim, este mês de agosto de 2018 surpreendeu-me positivamente. Por meio de um projeto simples em sua origem, mas grandioso em seus resultados, pelas experiências partilhadas a cada visita, pela primeira vez são estou e sei que não posso ficar triste. Existem pessoas que estão em situações bem piores que a minha e estão procurando viver com qualidade. As que não estão, precisam de minha ajuda e de todos da equipe. Fui resgatada por este projeto de amor. A cada semana, em cada canto da cidade, nas mais diversas moradias, nas inesperadas e espontâneas conversas, Deus tem transformado minha dor em gratidão, em alegria, em empatia e hoje posso dizer: a gosto de Deus este mês está sendo um mês feliz em que, com alegria, louvo e agradeço a Deus pela guerreirinha que, no “Dia do Soldado”, partiu para os braços do Pai, deixando meu coração com saudades, mas com muito amor para dar.

E para completar esta radical mudança positiva, no 25 de Agosto aventuramos distribuir margaridas e levar nosso acalanto no hospital de nossa cidade a 75 pessoas hospitalizadas. Foi um dia especial que pude expressar meu sorriso largo e juntamente com meus amigos-irmãos deste projeto vivenciamos momentos únicos, especiais e sentimos que nosso singelo ato fez muita diferença naquele local.

A quem lê este pequeno relato lanço o desafio para que também seja uma “margarida” onde está. Não importa se numa cidade grande onde impera a desconfiança, o medo generalizado… Será que não existe alguém que ficaria feliz com sua visita, simplesmente para abraçar, tomar um cafezinho e ouvi-lo? Talvez um subalterno seu. Não se preocupe se no primeiro momento se achar maluco fazendo isso – estamos juntos, também senti isso. Hoje vejo como bênção ir ao encontro do outro e estar com ele. Não leve NADA material senão seu coração aberto a amar, acolher e ouvir.

Precisamos deixar de fazer a “caridade de gabinete!”, aquela em que doamos bens materiais e valores aos hipossuficientes. Quem dera se toda carência do homem fosse a financeira!

Vamos distribuir margaridas por aí! Você topa?

 

eliana-tavaresEliana A. Tavares de Faria, formiguense, advogada, esposa, mãe, atua em dois projetos comunitários na cidade de Formiga-MG, um grupo fechado de solidariedade no Facebook, para ajudar os formiguenses em tempos de crise: Eu indico: promoções e serviços Formiga-MG, hoje com mais de 18.000 membros e este projeto “ SOMOS TODOS MARGARIDAS ( https://www.facebook.com/somostodosmargaridasformiga/)

20 comentários sobre “Somos todos Margaridas

  1. Admirável! Fazer da própria dor a mola propulsora que permite sair ao encontro dos que sofrem é a mais bela forma de transbordar amor. Siga em frente, as “ margaridas” agradecem!

    Curtir

  2. Eliana minha querida amiga… Vivenciei a sua hirstoria e parabenizo pela superação e ainda se envolvendo num gesto tão nobre e lindo. Enquanto muitos se fecham no seu mundinho vc escancarou as portas do seu coração levando sua palavra amiga e consoladora. Parabéns e que Deus retribua em bençãos abundantes…

    Curtir

  3. Muito lindo essa iniciativa. Eliana, vc é muito forte e guerreira. Por tudo que passou, levar alento e carinho a pessoas com carência de afetos. Admirável esse projeto. Passei por uma perda familiar recente, mas ainda não me sinto suficiente a distribuir tudo isso que vcs propõem. Parabéns a todos que fazem parte do projeto. ❤❤

    Curtir

    1. Maria das Graças, o tempo tudo cura, nenhum sofrimento é eterno. Sua dor vai amenizar e quanto a não ser suficiente, creia, você é. Nessa visão de dores dos outros vemos que a nossa se torna bem pequenina perante tanto sofrimento que as pessoas, as famílias tem vivido. O que propormos é muito pouco: apenas abraçar, ouvir, acolher. Você é capaz, creia! Enquanto você cuida da dor do outro, com certeza Deus cuida da sua. Muita paz para você!

      Curtir

  4. Você é um orgulho e exemplo a ser seguido!!! Tenho uma honra muito grande em fazer parte da sua vida. E admiro muito este projeto , que ainda irei fazer parte um dia. Eliana vc é muito especial, que Deus continue abençoando e iluminando muito sua vida e de sua família. Amo vocês!!!🌻🌻🌻🌻

    Curtir

    1. Sim Cristina, você fez parte da vida de Aninha de forma bem marcante, foi muito além de professora, repassadora de conteúdos, foi humana, carinhosa, amorosa e ela amou-a muito e onde estiver vela por você! Nosso anjinho vive em nossa memória e coração e você em nossa vida. Por mil vezes direi: obrigada por tudo!

      Curtir

  5. Parabéns pelo Projeto trabalho com pessoas doentes e sei quanto necessitam de um abraço uma palavra de carinho .Deus abençoe a todos que levam o AMOR ao próximo..Um grande abraço

    Curtir

    1. Sim Divina, os doentes físicos e psicológicos precisam de gestos de amor, de carinho. Basta bem pouco para que sintam amados e acolhidos. Que Deus a abençoe também minha irmã!

      Curtir

  6. Primeiramente meus Parabéns pelo lindo projeto onde levará amor nos lugares que mais necessitam, tenho orgulho de poder conviver com você, sei de cada momento e de cada dor nessa época, mas você é um ser de luz que sempre radiou fé nos momentos mais difíceis, na vida das pessoas
    Lhe admiro muito…que Deus possa derramar bênçãos e bênçãos a essa maravilhosa e amável família.

    Curtir

    1. Querido Marlon, você como sempre generoso em suas palavras, sábio homem, de sensibilidade apurada. Obrigada pelo seu carinho, amizade e presença em nossa vida, que de cliente passou a ser um amigo irmão.

      Curtir

  7. Minhas querida amiga Eliana Tavares.. Simplesmente indescritível, tão bela atitude.. Parabéns pelo projeto..A vc , minha miga Adriana e Jadir e tds q se juntaram a vcs. Sei da sua luta..e que luta…, Adriana tb..cada um com suas lutas.. Parabéns, parabéns, parabéns.. Imagino q não tenha recompensa maior q arrancar um sorriso de um irmão..Meu abraço a todos vcs..Com todo carinho..💐💐💐

    Curtir

    1. Beth, amiga querida, realmente não existe alegria maior do que arrancar um sorriso do outro. Mas as lágrimas também são inevitáveis, muitas vezes elas lavam a alma e libertam sentimentos ruins que estavam alojados e fazendo mal. Rimos e choramos com nossos visitados. Por muitas vezes os curados somos nós. Levamos pouco e saímos com a bagagem cheia de aprendizado. Eu, Adriana, Jadir e todas as margaridas agradecemos seu incentivo e carinho!

      Curtir

  8. Parabéns Eliana, simpatia e dedicação ao próximo fazem a diferença na sua pessoa , que Jesus lhe proteja sempre… Fazer o bem sempre é uma energia renovadora… Exemplo a ser seguido

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s