Sobre mudar o mundo, fralda após fralda

Mãe. 

Palavra pequena que carrega algo divino, transcende tudo o que podemos imaginar. Certa vez, li que nem os anjos recebem esta graça,  nem podem partilhar do poder do criador e dar ao céu novos santos. 

As mães estão mais próximas de Deus, carregam o dom de gerar vidas e, por ser algo tão divino, Deus concede anjos da guarda a cada ser trazido ao mundo.

Mulher virtuosa, mais valiosa do que todas as pedras preciosas, sem dúvida é feliz quem a encontra. Assim é a mãe que diz:  Senhor faça em mim a Tua vontade. Posso dizer que sou feliz, pois a mulher que me gerou foi assim,  e sou grata de poder chamá-la de mãe.

Sua vida foi dedicada a servir, amar e lutar. Sempre na linha de frente, esteve disposta a doar sua vida por sua família. Mesmo com todas as limitações, disse sim ` vida e gerou em seu ventre 10 filhos e 7 anjos, em uma união matrimonial que durou 39 anos. Como diz o salmo 127, “os filhos são a herança do Senhor, feliz o homem que tem cheia a sua aljava, não será humilhado quando enfrentar seus inimigos no tribunal”. 

Se fecho os olhos, posso imaginar a grande recepção que minha mãe teve no céu, ano passado, por tantas obras de amor, e por manter sempre cheia a sua casa, repleta de filhos.

Ela quem me ensinou o caminhar e não cansava de repetir “ Amarás o Senhor Teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma e com todas as tuas forças”.  Que melhor ensinamento eu poderia querer, que outra riqueza eu poderia desejar? Foi a mais preciosa pérola que pude conhecer e seu amor sempre refletiu o puro e verdadeiro amor que vem de Deus.

Meu coração dói ao não encontrar sua presença física, mas tenho experimentado sentir sua presença espiritual, que me incomodou e me fez repensar minhas atitudes. Mesmo não estando aqui mãe, você ainda me carrega em teus braços e continua a me ensinar.

Santa Teresa de Ávila dizia que não podemos fazer por Deus nada maior do que as pequenas coisas feitas com muito amor. E minha mãe fez da nossa casa um templo de amor.

“Deus sabe o que faz ao chamar-nos para esta incrível tarefa de mudar o mundo, fralda após fralda”.

Feliz dia das mães, todos os dias!

Dedico este texto à minha mãe e meu anjo intercessor Delma Maria de Oliveira Ribeiro. 

Screen Shot 2020-05-25 at 12.31.33

Ruth Lemos
Jornalista de formação, mas exerço o trabalho de ser  mãe de 3 em tempo integral, católica, adoro escrever e ler conteúdos religiosos e cotidianos. Casada há 9 anos. 
Aspirante ao Reino dos Céus.
Muitas Marias apresenta artigos originais sobre o cotidiano feminino. Saiba como enviar seu texto clicando aqui ou escreva para muitasmariasblog@gmail.com . 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s